Google+ */?>
  • Artigos
  • Motivação
O Sono e a Produtividade: 5 formas de aumentar a qualidade de ambos

O Sono e a Produtividade: 5 formas de aumentar a qualidade de ambos

3 de Maio de 2015

  • O sono e a produtividade andam de mãos dadas, e para um trabalhador ou empresário, a sua boa gestão pode ser a chave para o sucesso. Antes de pensar  ‘oh! Eu posso dormir quando estiver morto!’, veja qual é a relação exata entre o seu cérebro e o sono.

    Um dos motivos pelo qual o sono é importante é porque a fadiga não é uma coisa simples, ou seja, quando estamos cansados o nosso desempenho não se degrada de forma igual.

    Por exemplo, quando perdemos uma noite de sono o lobo parietal e ocipital tornam-se menos ativos. O lobo parietal integra as informações dos sentidos e compreende por exemplo o conhecimento de números e manipulação de objetos. Por sua vez, o lobo ocipital está relacionado com o processamento visual. Em suma,  as partes do nosso cérebro responsáveis para a compreensão do mundo e dos estímulos ao nosso redor começam a abrandar.

    Isto acontece porque o nosso cérebro está a dar prioridade ao tálamo – parte do cérebro responsável por mantê-lo acordado (ou a dormir). Ou seja, se nós tivermos o objetivo de encontrar comida, precisamos de ficar acordados e procurar e não de comparar receitas, certo?

    Depois de 24 horas de privação de sono, há uma redução global de seis por cento de glicose, que chega ao cérebro. (Por isso é que começamos a desejar chocolates e doces.) Mas esta perda não é partilhada igualmente, o lobo parietal e o córtex pré-frontal perdem 12% a 14% da glicose. E estas são as áreas que mais necessitamos para o pensamento: para distinguir as ideias, para o controlo social, e até pode ditar a diferença entre o bem e o mal.

    A boa notícia é que não precisamos de ser estudiosos do funcionamento do nosso cérebro, antes seguir estas dicas para ter uma noite de sono mais produtiva:

    1. Relaxa no final do dia.

    Um estudo recente da Harvard Medical School recomenda que as  tarefas mais demoradas e intensas devem ser efetuadas na parte da manhã. Deixe as tarefas mais fáceis, menos urgentes para a noite para que a tua mente e espírito empreendedor  ‘acalmem-se’ antes de dormir.

    2. Decida uma hora para o ”fecho”.

    “Decidir quando parar de trabalhar em cada dia, e mais nada!”

    Define à noite qual o tempo que vais demorar a fazer as tarefas que tens no dia seguinte. Pode acontecer que deixemos algo por acabar, mas o importante é cumprir o tempo que estipulamos. Caso deixemos algo por acabar (que não seja urgente), acabámo-la  logo no início no próximo dia, com a cabeça fresca!  Faz uma lista de tarefas antes de ir dormir para o dia seguinte.

    3. Monitoriza o teu sono.

     Ao ‘medirmos’ o nosso sono vai ser  muito mais fácil descobrir como diferentes fatores do dia-a-dia  nos afetam. Pelo menos, acompanha o teu sono por um tempo para conheceres os teus padrões de sono. Ficarás mais consciente do teu sono (ou falta dele) e ajuda-te a estabelecer padrões mais saudáveis.

    4. Não ‘Stresses’ com o sono.

    A sério, não ‘stresses’ com o teu horário de sono. Não fiques acordado a olhar para o relógio. Vários estudos recomendam que quando não conseguimos adormecer em  15-20 minutos, devemos fazer uma pausa!

    Sai da cama e lê com uma luz fraca até ficares mais cansado. Não mudes a hora de acordar, por teres  demorado mais tempo a adormecer.

    5. Contribui para a tua qualidade de sono

    De acordo com alguns estudos sobre o sono, nós devemos criar um bom ambiente para o nosso sono! Certifica-te que a cama é confortável e o quarto está escuro e silencioso.

    Não se aconselha a presença no quarto de aparelhos eletrónicos, como computadores ou aparelhagens de som.

    Caso seja necessário usa uma máscara de dormir, ou tampões para os ouvidos, o importante é que estejamos num ambiente o mais relaxante possível!

    Lê também:

    – ‘5 dicas para acelerar a sua liderança

    – ‘10 erros a evitar no networking

  • Artigos Relacionados