Google+ */?>
  • Artigos
  • Liderança
Se és uma pessoa determinada, é normal que não gostem de ti. Como lidar com isso?

Se és uma pessoa determinada, é normal que não gostem de ti. Como lidar com isso?

14 de Julho de 2014

As pessoas determinadas e bem sucedidas normalmente geram algum incómodo ao seu redor. É normal.

Estamos fartos de saber que quando somos bem sucedidos em termos relativos, iremos causar algum tipo de anticorpos, em conhecidos, amigos ou mesmo na família.

Isto porque, também é normal que estas tais pessoas bem sucedidas, sejam pessoas determinadas e focadas naqueles que são os valores que as norteiam.
São pessoas congruentes. E a congruência neste âmbito é constatada em três domínios muito especiais: o pensamento, o discurso e as ações.

Estas pessoas dizem aquilo que pensam e que sentem.  É apenas uma regra básica para que respeitem aquilo que é resultado dos seus pensamentos e emoções. Ao terem um discurso alinhado com que pensam e sentem, estas pessoas estão a estimular de forma positiva a sua própria natureza e em última análise o seu corpo. Porquê?

É facil. Quem não diz aquilo que pensa, ou se inibe de exteriorizar aqueles que são os seus pensamentos, opiniões, valores, estará a construir as bases para se sentir mal consigo próprio e geralmente acabar por ver ruídas as suas estruturas internas.

Agora num âmbito de análise mais externa, estas pessoas também praticam (ações) aquilo que dizem. As pessoas que estejam ao seu redor, esperam por norma que esta pessoa seja congruente em termos de discurso e ação, ou seja, têm o seu comportamento alinhado com aquele que é o seu discurso.

Nem todas as pessoas são assim e este acaba por ser um traço comum a líderes. Todas as pessoas que não são congruentes estarão insconscientemente suscetíveis de estranhar estes comportamentos. Normalmente acompanhado deste ‘estranhar’, vêm sentimentos como a inveja e a crítica, muitas vezes infundada.

E será sempre assim. Se és determinado, nunca vais deixar de ser criticado. É inevitável, faz parte e provavelmente será doloroso para ti.

Tudo aquilo que te faz uma pessoa bem sucedida, por vezes, pode ser irritante e ofensivo para as pessoas que não te ‘compreendem’. Não é uma situação fácil, mas é suposto acontecer.

Geralmente quem luta mais, ou quem tenta fazer o mais dífícil, é quem recebe o maior número de críticas, sendo por ventura fácil aferir a correlação entre esses dois factores.

Mas então, o que fazer para aliviar este incómodo e manter o foco?

1- Ser claro e ter perfeitamente presente no nosso pensamento qual o nosso caminho e porquê que ele é tão importante para nós.

2- Aceitar que por vezes podemos melhorar alguma faceta mais fanática presente no nosso ‘foco’.

3- Construir uma rede de amigos e mentores, que sejam justos e honestos, e que possamos confiar.

4- Sorrir das acusações parvas que nos possam fazer, mesmo que não seja a coisa mais natural a fazer.

5- Tenta tirar um pouco de tempo em cada semana para rever os teus objetivos e até onde chegaste.

Claro que isto não é algo fácil, nem divertido de se fazer. Mas é o preço a pagar por sermos fiéis aos nossos princípios e sermos o tipo de pessoas que os outros apenas lêem nos livros.

  • Artigos Relacionados