Google+ */?>
  • Artigos
  • Carreira
  • Motivação
Os 10 Mandamentos na procura de emprego dos recém-licenciados

Os 10 Mandamentos na procura de emprego dos recém-licenciados

7 de Junho de 2013

Se és ou conheces recém-licenciados, partilha estes 10 mandamentos para a procura de emprego. São leis com vista a sobreviveres nos próximos seis meses, àquele que é o teu maior desafio: arranjar um emprego!

# 1 – Não me compararei com os meus amigos

Não existem dois recém-licenciado iguais! Cada um tem diferentes competências, habilidades, necessidades e desejos. Só porque o teu amigo arranja um novo emprego, não significa que ele ou ela é melhor do que tu. Mantém os olhos abertos e o foco na tua pesquisa e não na deles. O ciúme e inveja são emoções inútil que desviam o foco da procura de emprego. Além disso, os amigos até podem ser capazes de te ajudar a conseguir um emprego. É do teu interesse ficar realmente feliz por eles!

# 2 – Não me desligarei da procura de emprego no Verão

Não atrases a tua busca de trabalho. Os empregadores distinguem bem quem está comprometido com a procura e quem quer ser preguiçoso. É quase certo que não vais encontrar trabalho nas duas primeiras semanas.
Em todo o caso, procurar emprego, não é um trabalho das 9h ás 18h, por isso, se souberes organizar bem o teu dia, consegues curtir o verão também.

# 3 – Não passarei semanas a fazer o meu currículo

Nesta fase, em que tens pouca ou nenhuma experiência de trabalho, não é o teu curriculo que te vai arranjar o trabalho! Não há muito que possas incluir no teu curriculo que vai impressionar os empregadores.
Por isso, nesta fase o fator diferenciador, não será por intermédio do papel, mas sim pela tua capacidade de te relacionares e conheceres novas pessoas. Por isso, gasta mais tempo a fazer isto que propriamente a fazer o curriculo!

# 4 – Vou aprender a fazer networking … Já!

Networking é a forma mais poderosa que existe para ser contratado. Há recém-licenciados que pensam que como ainda não trabalharam, não têm forma de fazer networking. Errado! As pessoas mais experientes adoram ajudar os recém-licenciados. Contacta pessoas mais experientes de forma humilde e pede ajuda. Quanto mais cedo aprenderes como fazer network, mais cedo serás contratado.

# 5 – Não criarei muitas expectativas em relação ao primeiro emprego

A maioria dos recém-licenciados sentem que são qualificados demais para muitos dos postos de trabalho de nível de entrada. No entanto, a maioria dos empregadores sentem o contrário. A dura realidade é que não tens experiência de trabalho para nada, a não ser para postos de trabalho de nível de entrada. Quanto mais cedo arranjares um trabalho de nível de entrada ou um estágio, mais cedo vais poder começar a candidatar-te a outros trabalhos de mais experiência.

# 6 – Lembrar-me-ei de que todos os trabalhos são temporários

Já sabes que o teu primeiro emprego não deverá ser o teu emprego de sonho. Mas não há problema pois também não vais ficar nele muito tempo.
Vai acontecer uma de duas coisas:
A) Ou superas as expectativas dessa posição e és promovido. Ou, B) adquires experiência para seres capaz de te candidatar a um trabalho melhor.
É uma situação WIN-WIN!!

# 7 – Estudarei tudo sobre o Profissionalismo nos locais de Trabalho

Uma das maiores queixas em relação a recém-licenciados é a sua falta de profissionalismo. Diga-se no vestuário, atitude, estilo de comunicação verbal, e aí por diante. Quanto mais preparado estiveres, melhor será a primeira impressão (e duradoura), que vais dar.

# 8 – Terei muito cuidado com a comunicação escrita

A segunda maior queixa em relação a quem vem da Universidade é a pouca habilidade de comunicação escrita. Ortografia, gramática, etc. Muito cuidado ao escrever cartas, e-mails e qualquer outra palavra escrita relacionada com a procura de trabalho. Um erro ortográfico pode estragar tudo!

# 9 – Estarei a contar com muita rejeição!

Vais-te candidatar a dezenas ou mais vagas e podes ter até dez entrevistas (ou mais) antes de arranjar algum trabalho. Terás de aprender a lidar com a rejeição e a quanto mais entrevistas fores, mais pratica terás. A Resiliência aqui tem um papel preponderante. Quanto mais cedo recuperares da rejeição, mais cedo estarás pronto para voltar à carga!

# 10 – Vou tornar-me um pró nos social media

Nos últimos quatro anos, tens usado os social media para a tua diversão. Agora, é hora de usá-lo para procurar emprego. Limpa a página do Facebook, cria uma conta ou melhora a conta no LinkedIn, e estuda a forma como as pessoas usam o Twitter para encontrar os agentes de recrutamento. Usa as social media para construir uma presença online que, quando procurado por um recrutador (sim, eles vão procurar-te online), o que eles vão encontrar é um graduado recente que está claramente pronto para entrar no mercado de trabalho. A forte presença nos social media pode literalmente dar-te uma entrevista de emprego. Tenta envolver-te cada vez mais e em melhores práticas nos social media contribuindo assim para o avanço na tua carreira.

 Lê também:

– ‘Tendências 2013 para o teu curriculum

– ‘5 dicas para acelerar a sua liderança

– ‘10 erros a evitar no networking

  • Artigos Relacionados