Google+ */?>
  • Empregos
EDP recruta eletricistas, serralheiros e eletromecânicos

EDP recruta eletricistas, serralheiros e eletromecânicos

5 de Junho de 2014

A EDP está, neste momento, em processo de recrutamento para três funções distintas. A elétrica nacional procura serralheiros, eletricistas e eletromecânicos, além de ter uma vaga para um quadro superior na área da fiscalidade.

Quanto aos serralheiros e eletromecânicos, a EDP procura profissionais para reforçar a suas equipas e exercer funções como efetuar a manutenção de equipamentos mecânicos e/ou elétricos, assim como efetuar ou colaboração na deteção, análise e resolução de avarias nesses equipamentos. Os interessados devem ter habilitações ao nível do nono ano (com experiência profissional) ou preferencialmente 12º ano dos cursos tecnológicos/profissionais de Eletromecânica, Manutenção Industrial, Mecatrónica, Eletrotecnia ou Eletrónica; serem recém-formados ou com experiência profissional na sua área de formação e terem carta de condução. A EDP oferece um contrato de trabalho sem termo e tem vagas na Régua (Vila Real), Belver (Portalegre), Pocinho (Guarda) e Crestuma (Porto). As candidaturas devem ser feitas até dia 9 de junho.

A elétrica nacional procura ainda eletricistas para assumir funções na área de manutenção de instalações elétricas e afins. Os candidatos devem ter habilitações ao nível do nono ano (com experiência profissional) ou preferencialmente 12º ano dos cursos tecnológicos ou profissionais de Eletricidade, Eletrotecnia ou Eletrónica. Existem várias vagas a nível nacional, sendo que a empresa oferece a possibilidade de integrar os quadros do grupo, formação profissional inicial e contínua  e vencimento compatível com a função. Os interessados podem candidatar-se até dia 18.

A EDP tem ainda três vagas em Lisboa para quadros superiores na área da fiscalidade. Os profissionais deverão assegurar o cumprimento das obrigações fiscais das empresas do Grupo EDP em Portugal, atuando em estreita ligação com o departamento de contabilidade, o negócio e o centro corporativo; acompanhar os auditores externos, internos e as autoridades tributárias no seu papel de fiscalização e participar nos projetos de negócio e de TI’s fornecendo o contributo do ponto de vista fiscal. Os interessados devem ter, entre outros requisitos, licenciatura pré-bolonha ou ,estrado em Economia, Gestão ou Contabilidade, experiência profissional mínima de seis meses e máxima de quatro anos em matérias fiscais operacionais, como a elaboração de declarações fiscais (Modelos 10, 30 e 22, DPIVA, etc.). Valorizam-se conhecimentos em preços de transferência, pagamentos a não residentes, ficheiros SAFT e informática em geral, assim como experiência obtida em empresas de consultoria, auditoria e SROC. As candidaturas decorrem até dia 15.

Sabe tudo em baixo.

  • Candidatar-se a este emprego
  • Artigos Relacionados