Google+ */?>
  • Notícias
  • Sociedade
Reativar: desempregados com mais de 30 anos com acesso a novos estágios

Reativar: desempregados com mais de 30 anos com acesso a novos estágios

14 de Janeiro de 2015

Até agora, os desempregados com mais de 30 anos estavam vedados, na sua maioria, à realização de estágios promovidos pelo Estado. A situação deverá mudar em breve com o novo programa de estágios, o “Reativar”.

De acordo com as informações em vários órgãos de comunicação social, estes novos estágios terão a duração mínima de seis meses e serão financiados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP). Os desempregados já “trintões” e que sejam elegíveis à realização de estágios poderão trabalhar em entidades privadas, com ou sem fins lucrativos.

O que é preciso para ser elegível aos estágios “Reativar”? Estar inscritos há, pelo menos, 12 meses no centro de emprego e ter, no mínimo, 31 anos, nunca tendo sido abrangidos por alguma medida de estágios profissionais do IEFP.

Tal como acontece nos estágios profissionais do IEFP, a bolsa a ser paga aos estagiários vai ser diferente mediante as suas qualificações. Os valores devem rondar entre os 419,22 euros e os 692 euros brutos, sendo que a empresa que acolhe o candidato deverá suportar apenas uma parte desse montante.

A medida que o governo quer lançar vai ser debatida esta quarta-feira em sede de concertação social.

Atualmente, pessoas com mais de 30 anos podem ter acesso aos estágios emprego do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) desde que reúnam algumas condições: estarem à procura de novo emprego, não terem qualquer atividade profissional nos 12 meses anteriores à data de seleção para o estágio e terem concluído, há menos de três anos, um novo nível de formação.

  • Artigos Relacionados